Da Sauna (2014) 



Durante uma visita à uma sauna, pede-se aos visitantes o uso de uma toalha branca provida pelo estabelecimento. Vestir a toalha branca é um aspecto essencial de tais visitas. A toalha cobre o sexo e ao mesmo tempo despe, quem a veste, de qualquer resíduo de construção social ou identidade. Este trabalho consiste em uma fotografia de uma toalha branca obtida durante uma visita à uma sauna.


Fora da Sauna (2015) 



Em saunas gay, o vestir da toalha branca permite que o visitante se desligue de qualquer construção social e experimente a anonimidade, despindo-se de qualquer resíduo de gosto, classe, ou qualquer outro denominador social que roupas podem sugerir. As fotografias nesta série ainda em fase de criação são compostas por auto-retratos do artista.  As fotografias mostram seu ambiente diário, sua identidade e estado social, em uma tentativa de construir um retrato que revele sua personalidade ou individualidade. Uma vez que os preparativos para o retrato são finalizados, uma toalha branca obtida durante uma visita à uma sauna é colocada sobre seu rosto, tornando-o assim em uma figura anônima. 


Glory Holes e Outras Glórias (2013)



Glory Holes são buracos feitos em paredes de banheiros públicos. Normalmente, são encontrados em banheiros públicos em shopping centers, estações de trem, etc. Eles também podem ser achados em clubes de sexo. Esses buracos são feitos com a intenção de observar a pessoa no outro lado da partição ou engajar-se em ato sexual. 

A Pele Da Fotografia (2013)



As fotos registram atividades sexuais em grupo transmitidas pela internet. Os participantes não usam nenhuma forma de proteção contra DST, praticando o que é conhecido como Barebacking. As fotografias foram produzidas com um preservativo na frente da lente da câmera fotográfica.

Entre Em Mim(2013)



Fotografias da entrada de lojas que vendem filmes pornográficos. 

Adulto (2013)


Fotografias tiradas em lojas que vendem revistas pornográficas.


Estado Desconhecido (2011)



As fotos registram o sêmen de homens que tiveram relações sexuais com desconhecidos que se encontraram através das redes sociais, em clubes de sexo, ou locais públicos Londrinos. Os participantes não sabiam das suas condições  em relação ao vírus do HIV. À primeira vista, as obras aparentam ser apenas caixas pretas. Ao olhar de perto, é possível perceber a existência de uma imagem. Ao observá-la, o observador vê também seu próprio reflexo sobre a representação do sêmen de um desconhecido.  

Esperando Pelo Desejo (2011)


Fotografias tiradas em parques públicos Londrinos onde homens se encontram para manter atividades sexuais anonimamente. 

Depois do Escurecer (2010)



Fotografias explorando a relação entre arquitetura e o conceito Freudiano de “estranhamente familiar” através da aura da ausência da figura humana em paisagens urbanas.


Transição (2010)



Influenciado pelo desaparecimento misterioso de um familiar, este trabalho é uma resposta do artista à percepção da morte.


Ânima (2008)



Um cenário imaginário, investido de desconforto, explorando sentimentos vagos, a admissibilidade do irracional, e a relação com o inconsciente.